PAL Airlines aún no recibe autorización para vuelos charter

June 11, 2014

Aunque la inauguración del Campeonato Mundial de Fútbol está ad portas, la Dirección General de Aeronáutica Civil de Chile aún no otorga a dicha aerolínea de bandera chilena, la autorización para realizar vuelos charter al Brasil.
La razón es que a juicio de la autoridad aeronáutica, el transportista aún no ha demostrado estar en condiciones de cumplir con las regulaciones vigentes en cuanto a aeronavegabilidad.

Falleció vencedor del macizo andino

June 10, 2014

Hondo pesar causó en Chile y Argentina la noticia del lamentable deceso del destacado volovelista chileno Alejo Williamson Dávila, quien desde hace un tiempo se encontraba con su salud seriamente resentida.
Williamson alcanzó fama internacional cuando el 12 de Diciembre de 1964, realizara la hazaña de efectuar el primer cruce de la cordillera de los Andes en planeador por su parte más alta, entre Santiago y Mendoza.
Vuelo que hasta entonces se consideraba casi imposible con los medios disponibles y que entre otras distinciones, le significara recibir el Premio Otto Lilienthal otorgado por la Federación Aeronáutica Internacional.
Sus funerales tuvieron lugar en Santiago, en medio de profundas muestras de dolor.

DGAC de Chile suspende vuelos de PAL

May 29, 2014

Por incumplimiento de los requisitos técnicos que dieran origen a su certificación como Operador Aéreo (AOC), la Dirección General de Aeronáutica Civil de Chile suspendió las operaciones la línea aérea chilena PAL, hasta que no demuestre nuevamente estar en condiciones de cumplir con ellos.
Cabe señalar que la propia empresa, a contar de agosto del año pasado había suspendido sus vuelos a nivel nacional, orientándolos a los vuelos charter y de carga.-
Por su parte, en PAL se señaló que en fecha próxima inaugurarán un nuevo Centro de Mantenimiento Autorizado (CMA) y posteriormente proseguirán con sus vuelos destinados a atender a las empresas mineras del norte del país.

Airbus, Dassault Aviation and Alenia Aermacchi propose joint approach to Europe’s next generation drone

May 19, 2014

Leading European companies deliver plan to France, Germany and Italy

Berlin/Paris/Rome. Europe’s Industry is ready to develop a next generation advanced European Unmanned Aerial System (UAS). After their call for the development of a European drone at last year’s Paris Airshow, the three most relevant European aeronautical companies have now agreed on further details for a joint approach.

Airbus Defence and Space, Dassault Aviation and Alenia Aermacchi, a Finmeccanica company, delivered a proposal for further defining a European UAS to the Ministry of Defence of France, Germany and Italy. The offer proposes a Definition Phase which has been prepared by joint development teams of Airbus Defence and Space, Dassault Aviation and  Alenia Aermacchi  and which is backed by an industrial agreement on workshare and a cooperative agreement to start the MALE2020 program.

The definition phase foresees that the three nations define and adjust their requirements for a European UAS development together with their armed forces and the European industry. The definition phase also serves to avoid costly additional developments during production and to reduce financial and development risks to a minimum. A commitment by the nations on the further development of the European UAS has   then to be made after finalizing this definition phase: the plan of the Industries leads to an affordable and certifiable solution ready by 2020.

Bernhard Gerwert, CEO Airbus Defence and Space said: “We have reached an important milestone for the development of a European MALE Drone. The need for our armed forces is indisputable. We are highly motivated to continue our discussions with the Ministries of Defence and are looking forward to launch this first step soon.”

Eric Trappier, CEO Dassault Aviation said: “It is a unique opportunity to develop in Europe this strategic capacity. For the first time industry starts a project by having a full agreement on the general workshare of the MALE2020 programme. The proposal for the definition phase has been commonly elaborated with joint design teams and therefore demonstrates our industry’s strong commitment to this program.”

Giuseppe Giordo, Alenia Aermacchi’s CEO, said: “We identify a clear opportunity for the armed forces to take advantage of an advanced sovereign ISTAR capability to cope with the future high level requirements. Now is the time to drive technology forward and secure Europe’s capability in building the next generation of military air system as well as maintain talent and expertise in our industry. ”

Several European nations announced their requirement for unmanned aerial systems. Also the results of the EU Defence Summit in december 2013 allude to an urgent need. The Conclusions of the European Council recognize the development of a MALE UAS as a key capability for European defence.

In light of an increasing dependency of European states on non-european defence equipment, Europe’s largest military aviation companies started in June 2013 a joint call for sustaining key capabilities and therefore the continent’s sovereignty in constructing the future of military aircraft.

The timeframe of the decision to launch the European UAS is now critical in order to meet this goal.

Europe’s largest manufacturers for military aircraft thereby continue the common path for a UAS MALE (Medium altitude – long endurance) program as proposed during Paris Airshow 2013. The three partners    are confident in the value of their proposal and are ready to move forward.

Embraer e Boeing assinam Memorando de Entendimentos para implantar centro de P&D em biocombustíveis sustentáveis no Brasil

May 12, 2014

São José dos Campos – SP, 12 de maio de 2014 – A Embraer e a Boeing assinaram um Memorando de Entendimentos (MoU, na sigla em inglês) para a criação de um Centro Conjunto de Pesquisa na área de Biocombustíveis com o objetivo de desenvolver e amadurecer o conhecimento e as tecnologias que possibilitem o estabelecimento da cadeia de biocombustíveis sustentáveis para a aviação. O Centro deverá ser instalado no Parque Tecnológico – São José dos Campos.

“A Embraer está comprometida em apoiar o desenvolvimento de biocombustíveis sustentáveis para a aviação, e os esforços conjuntos com a Boeing certamente contribuirão para que a empresa siga acompanhando a vanguarda das pesquisas no tema”, diz Mauro Kern, Vice-Presidente Executivo de Engenharia e Tecnologia da Embraer. “O Brasil tem tradição na área de combustíveis alternativos, além de possuir um enorme potencial a ser explorado na pesquisa em bioenergia”, completa.

“A Boeing trabalha com muito empenho em todo mundo para expandir o fornecimento de biocombustível sustentável para aviação e reduzir as emissões de carbono da indústria”, afirma Julie Felgar, diretora executiva de Estratégia e Integração Ambiental da Boeing Aviação Comercial. “Esse centro de pesquisa conjunto mostra o forte compromisso da Boeing e da Embraer para contribuir com o sucesso da indústria de biocombustível sustentável de aviação no Brasil”

“A Boeing e a Embraer têm uma grande oportunidade de trabalhar em parceria para aprimorar as capacidades de biocombustível para aviação do Brasil, e também aumentar o acesso da indústria global ao biocombustível para aviação”, diz Al Bryant, vice-presidente da Boeing Pesquisa & Tecnologia-Brasil.

O projeto deverá agora ser estruturado por meio de um Acordo de Colaboração entre as duas empresas. Está prevista também a possibilidade de que outras empresas e instituições tomem parte nas atividades de Pesquisa & Desenvolvimento.

Histórico – A indústria aeronáutica assumiu o compromisso de reduzir seu impacto ambiental e estabeleceu metas ambiciosas para atingir um crescimento neutro em carbono até 2020 e para reduzir emissões de dióxido de carbono em 50% até 2050, quando comparado aos níveis de emissão de 2005. Hoje, a indústria gera aproximadamente 2% das emissões de dióxido de carbono no planeta.

Diversas iniciativas vêm sendo desenvolvidas, inclusive no Brasil, para que se produza um biocombustível para aviação economicamente viável e que cumpra as estritas exigências aeronáuticas.

Uma dessas iniciativas, foi a demonstração da viabilidade técnica de um biocombustível produzido a partir da cana de açúcar, realizada através de voo-teste com um Embraer 195, durante a Rio+20, em 2012..

Em 2011, uma parceria entre Embraer, Boeing e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) começou a desenvolver uma investigação que culminou no lançamento do Plano de Voo para Biocombustíveis de Aviação no Brasil: Plano de Ação, ano passado, que aponta os principais rumos para o desenvolvimento de uma indústria sólida e sustentável de biocombustíveis para o setor aéreo no Brasil.

Petrobras e Embraer assinam protocolo para avaliar confiabilidade de sistemas críticos da produção de petróleo e gás

May 6, 2014

Houston – Texas, EUA, 5 de maio de 2014 – A Petrobras e a Embraer, multinacionais brasileiras reconhecidas pela excelência técnica em seus ramos de atuação, assinam nesta segunda-feira (5), em Houston (EUA), durante a Offshore Technology Conference (OTC), um protocolo de intenções com o objetivo de aplicar os rigorosos padrões praticados na indústria aeronáutica para avaliar os requisitos e arquitetura de sistemas críticos utilizados na exploração e produção de petróleo e gás sob a ótica de segurança, manutenibilidade e confiabilidade. O primeiro projeto terá como foco o sistema BOP (Blow-Out Preventer), que é responsável por garantir a vedação dos poços de petróleo e prevenir vazamentos e fluxos não controlados de óleo ou gás em quaisquer condições de trabalho. A efetivação das atividades ainda depende da execução de contrato formal entre as partes.
Esta parceria abre também uma perspectiva de mercado para a nova unidade de negócios Embraer Sistemas, criada para aplicar em outras indústrias as tecnologias e conhecimentos desenvolvidos e dominados pela Embraer que tornaram a Empresa referência nos mercados Aeronáutico e de Defesa & Segurança.
“Reunir duas empresas brasileiras, com reconhecida competência tecnológica de padrão internacional, tem todas as chances de obter novas conquistas que podem se tornar uma referência global” diz Rudimar Andreis Lorenzatto, Gerente Executivo de Construção de Poços Marítimos da Petrobras. “Comprometida com a melhoria contínua, a Petrobras persegue o estabelecimento de um novo patamar de segurança e de eficiência operacionais na construção de poços marítimos, através da aplicação de conhecimentos em definição de requisitos, confiabilidade e manutenção consagrados na indústria aeronáutica.”
“É um orgulho para a Embraer Sistemas ter sido escolhida para trabalhar em parceria com a empresa que é a líder em desenvolvimento e aplicação de tecnologia para produção de petróleo em águas profundas e ultra-profundas, e uma das empresas do setor que mais investe no mundo em pesquisa e inovação”, diz Daniel Moczydlower, Presidente e CEO da Embraer Sistemas. “Acreditamos que a colaboração tecnológica entre a indústria de petróleo e a indústria aeronáutica poderá alavancar importantes avanços, que trarão benefícios mútuos a essas indústrias e às suas respectivas cadeias de fornecedores e parceiros.”
Estudos preliminares realizados pelas duas companhias mostram um grande potencial de desenvolvimento conjunto de soluções. Embraer e Petrobras entendem possuir sinergias de atuação em áreas como confiabilidade e segurança aplicadas a sistemas críticos de produção. A soma destas competências representa uma perspectiva bastante positiva de atuação conjunta.
Steve Colville, presidente e CEO do IADC – International Association of Drilling Contractors -, comentou que esta iniciativa irá aumentar os já significantes esforços da indústria para a melhoria da confiabilidade em controle de poço. O IADC criou recentemente o WCI – Well Control Institute – para consolidar os padrões e os treinamentos neste tema. O trabalho que se inicia agora entre Petrobras e Embraer visa a melhoria contínua nesta área crítica das operações de perfuração. O IADC espera colaborar com a Petrobras e Embraer nesse esforço.

Prosiguen obras de ampliación aeródromo de Calama

May 6, 2014

De acuerdo a lo planificado, prosiguen las obras de mejoramiento del aeródromo “El Loa” de Calama, ubicado en la segunda región de Chile.-
Para fines del presente mes se espera quede finalizada la ampliación del terminal de pasajeros, el que verá incrementada su superficie en un 300%, con el fin de atender en mejor forma la enorme cantidad de pasajeros que año a año pasa por él. Ya sean los mineros que laboran en las grandes minas de cobre, o los turistas que visitan el mundialmente conocido pueblito de San Pedro de Atacama, ubicado a cien kilómetros de Calama.
Para abril del 2015 está contemplado quede concluida la construcción de la segunda pista, la que tendrá una longitud de 3.100 mts., paralela a la actual de 2.900 mts.
En forma simultánea se trabaja en los nuevos edificios de la Dirección General de Aeronáutica Civil y del Club Aéreo de Calama y en el incremento de los estacionamientos para vehículos.-
Cabe mencionar que después de los aeropuertos de Santiago y Antofagasta, el aeródromo de Calama es el que registra un mayor flujo de pasajeros en este país.

Corey Wilkinson Joins Universal Avionics as Regional Sales Manager for Latin America

April 29, 2014

TUCSON, AZ – Robert Clare, Director of Sales for Universal Avionics, has announced that Mr. Corey Wilkinson has been appointed to the newly created position of Sales Manager for the Latin America sales region.

Corey’s extensive aviation background includes various roles at L-3 Communications and Monarch Aviation including Sales, Marketing and Business Development. He holds a dual B.S in Aeronautical Science / Professional Pilot and Business Management, while currently working on an MBA with focus in international business. Corey is a multi-rated pilot with commercial, instrument and multi-engine ratings, and holds a Flight Instructor Certification.

In this new role, Corey will be responsible for developing the business aviation market for the company in Latin America, including Mexico. He will be based out of St. Louis, MO USA.

“We continue to look for opportunities to strategically advance our sales channels. This milestone establishes the importance of Universal’s commitment in the development and support of this emergent market,” said Robert Clare. “Corey’s extensive aviation experience, as well as his familiarity with the Latin America region, will greatly benefit his execution of the company’s vision,” he added.

Con total éxito finalizó Fidae 2014

April 3, 2014

Con una asistencia superior a las 150.000 personas, el domingo 30 de marzo finalizó la décimo octava versión de la Feria Internacional del Aire y del Espacio, realizada en el aeropuerto Arturo Merino Benítez de Santiago de Chile.-
Cita aeronáutica en la cual tomaron parte 587 empresas expositoras provenientes de 43 países.-
Al término de la misma, siete naciones ya habían reservado 1,722 m2 de espacio para la próxima feria a realizarse entre el 29 de marzo y el 3 de abril del 2016.

Avión de Lan Airlines desviado de su ruta por falsa alarma de bomba

March 21, 2014

Un A320 de Lan Airlines que cumplía un vuelo de itinerario entre Buenos Aires y Santiago, la noche del 19 de marzo, debió ser desviado a Mendoza, ante un aviso de bomba a bordo recibido por las autoridades aeronáuticas argentinas.-
Amenaza que a la postre resultó ser falsa, con las consecuentes molestias para los pasajeros y la compañía.-
La empresa declinó referirse a lo sucedido, por estar en curso una investigación por parte de los organismos correspondientes de esa nación.

« Previous PageNext Page »